Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O imperativo do pensar.

por PR, em 29.05.18

A discussão sobre a Eutanásia perde quando, como sempre acontece, se transforma numa batalha ideológica. Quando se entra no automatismo: votas à direita és contra, votas à esquerda és a favor. E não aceitas debater nada com a outra parte, que passa a ser do inimigo, a não ter nem princípios nem carácter, num sectarismo bacoco que é deprimente. Este tema mostra que muitas das coisas mais importantes da vida não são lineares, não há só branco e preto. Assumir que a resposta a questões existenciais como esta deve ser procurada nos programas e propaganda dos partidos é só a negação de um outro direito, mas também dever fundamental: o de cada um ser capaz de pensar pela sua cabeça.

Autoria e outros dados (tags, etc)