Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma luz ao fundo.

por PR, em 22.02.16

Gosto de faróis.

Acho fascinante todo o imaginário da solidão, da intempérie ruidosa, das lendas de naufrágios ao largo.

 

beleza_ultimos_farois_mundo_26.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Madalena Sousa a 25.02.2016 às 10:12

"E o Cavaleiro entre silêncio e treva continuou a
caminhar para a frente.
Caminhava ao acaso, levado por pura esperança, pois
nada via e nada ouvia. As ramagens roçavam-lhe a cara e
caminhava sem norte e sem oriente.
O cavalo enterrava-se na neve e avançava muito
devagar. Até que de repente parou. O homem tocou-o com
as esporas mas ele continuou imóvel e hirto.
— Vou morrer esta noite — pensou o Cavaleiro —.
Então lembrou-se da grande noite azul de Jerusalém
toda bordada de constelações. E lembrou-se de Baltasar, Gaspar
e Melchior, que tinham lido no céu o seu caminho."

O Cavaleiro da Dinamarca, Sophia de Mello Breyner Andresen

Vai correr tudo bem.
Beijinho.



Comentar post