Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Três.

por PR, em 08.08.15

Maria, meu amor

Parabéns, meu tesouro. 3 anos! Hoje é tão dia de festa! Parece que estou a ver já o teu sorriso, os teus olhos tão expressivos cheios de alegria, tu tão contente!

Estou tão orgulhoso, olhando para ti e vendo o que cresces, aprendes e nos ensinas, a cada dia.

A música do Lakudu, a música do Vamos ao que interessa, olha pai olha eu a contar até dez, tu a pegares na vassoura e varrer (que mania!), tu a dares a mão ao pai, no carro, como os teus irmãos, igual. Tu a pedires uma bolacha do Mickey ou a tua Minnie para brincares. Tu a devorares livros. o Ruca, a Camila, as princesas.. Tu, encantada com a Cinderela, o Simba, o Peter Pan, a Princesa Sofia...

Tu a dares abraços que não são pedidos, partem de ti, porque sim. A forma como enrolas os cabelos com o dedo quando tens sono, a maneira como fazes, antes de tomares banho, um gesto exactamente igual ao meu, adoro!

E aquela coisa de fazeres uma bola de comida na boca, que consegues manter indeterminadamente. Ou achas que consegues. :-) 

Tu a correres, os braços com as mãozinhas para trás, um estilo só teu.:-) A tua maneira de dizeres certas palavras: Fotografia. Os meus manos! Bochechinhas boa! Anda comigo. Queres? Os T's em vez dos C's, tão querida!

Olha, Maria, um dia ouve um bocadinho dos meus Palmas, Godinhos, Buarques e Djavans, e mostra-me os teus. Mostra-me sempre as tuas músicas e que a Música está sempre no centro dos teus dias, como dos meus. 

Maria, gostava que um dia lesses uns livros que o Pai leu e que são especiais. Que conheças as histórias de Amor de Baltazar e Blimunda, Florentino Ariza e Juvenal Urbino, que percebas que Cada Homem é uma Raça, que descubras porque As velas ardem até ao fim, que vás com Daniel Sempere ao Cemitério dos Livros Esquecidos... 

Um dia, dá de volta à comunidade, não sejas nem invejosa nem narcisica. Reconhece a beleza das coisas simples, simplifica o mais possível o que te parecer complicado, conta sempre comigo.

Conta que terás sempre Amor à tua volta e na vida. Permanece sempre curiosa, que a curiosidade é o motor da imaginação. Viaja o mais que puderes. Sê simpática e genuína. Aceita esta verdade: não sabemos tudo e não somos melhores nem piores que ninguém, à partida. 

Brinca muito, dorme bem, lava sempre os dentes, e as mãos. Um dia vais ter um desgosto de Amor. Digo-te já: não é o fim do mundo, faz parte. Não odeies o universo quando te aparecer uma borbulha, naquele dia em que queres estar super gira para aquele rapaz especial. Se ele for esse, vai gostar de ti na mesma.

Cultiva as tuas amizades, cuida bem delas, são preciosas. Aprecia o nascer de cada dia. Faz exercício, defende o teu corpo e o planeta. Não desistas dos teus sonhos. Partilha-os. Respeita sempre os mais velhos, a começar pela tua família. Canta muito! 

Maria, meu Amor, não acredites no disparate dos homens não chorarem. O pai já chorou muitas lágrimas na vida, e sim, por ti também. Vales cada uma. Vales tudo, és a Maria, e fazes hoje 3 anos. Vamos cantar os parabéns, vamos ter balões, e brinquedos e sumo. E vais ver só sorrisos à tua volta. 

08 de Agosto. A hora mágica é 6:07H. Todos os segundos são teus. Hoje e sempre.

Parabéns, minha filha, meu amor.

IMG_0766.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De sandra veiga a 08.08.2015 às 11:03

Amor ! E isso é tudo! Bjo
Sem imagem de perfil

De Marina a 08.08.2015 às 13:18

Tão bom... :)
Sem imagem de perfil

De Odete Ribeiro a 08.08.2015 às 13:49

Obrigada filho por mais este texto. Uma vez mais não consigo conter as lágrimas. É tudo tão verdade... Faço minhas todas as tuas palavras, uma vez que não tenho o teu dom de escrever. Parabens à minha Maria e tambem ao paizão que ela tem a sorte de ter.
Mais uma vez obrigada, até logo. Beijos beijos beijos aos dois. Um dia feliz.
Sem imagem de perfil

De Filipa a 08.08.2015 às 15:05

Gosto muito de ti (permite o tratamento por tu, até sou um bocadinho mais velha :-)). Oiço-te - e à equipa - desde o tempo do Malato e da outra Maria, acompanhei a notícia do nascimento dos teus filhos todos. Adoro as manhãs e adoro estes textos porque, através deles e do blogue e do que dizes no rádio, ganhei muito carinho pela tua família. Odiei quando se diziam coisas em que nunca acreditei e fiquei super contente por saber que encontraste a felicidade outra vez com a Rugeroni (que tem uma voz super meiguinha e que também oiço). Um beijo repenicado à Maria e um dia muito feliz para vocês!
Imagem de perfil

De K a 10.08.2015 às 16:45

Parabéns (ainda que atrasados)!!!
Quando eu for grande quero que os meus filhos tenham um pai como tu!
Um beijinho!
Sem imagem de perfil

De madalena a 10.08.2015 às 22:06

O meu aniversário é um dia depois do aniversário da Maria. =) Muitos parabéns! Eiaaa.. E que lindo texto... Uma coisa importante a aprendermos em criança seria que, por vezes, errar faz mesmo parte da aprendizagem humana. São muitas as coisas que aprendo com o Pedro mas confesso que, inicialmente, me surpreendia muito quando ouvia ou lia a forma franca, mas "em modo perdão", como o Pedro encarava os seus erros. Isso ajudou-me bastante. Para mim cada erro era um drama e algo que eu revivia intensamente. E, sim, hoje ouvi aquela frase fantástica (ouvi mesmo à primeira): "se conduzir não use o automóvel!"... Eu também acho que é parvo usar o automóvel, já era tempo de usarmos o teletransporte. =)

"Sometimes things happen for a reason" -- filme Knight and Day

Sem imagem de perfil

De Zina a 19.08.2015 às 11:23

Adorei! Também tenho dois filhos de 3 anos e gosto de lhes escrever.
Espero que um dia saibam mesmo sem nos lerem o quanto os amámos e o quanto gostávamos de perpectuar as coisas deles para sempre e transmitir-lhes as nossas, aquelas que mais nos marcaram e continuamos a gostar.
Sem imagem de perfil

De Elisa a 24.08.2015 às 23:09

Parabéns little Mary.
Parabéns Papi da little Mary.

xxx, E

Comentar post