Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sweet, sweet boy.

por PR, em 25.06.17

14 anos, o meu filho.

 

É um rapaz a meio de uma transformação grande. Fisicamente continua franzino, mas ameaça dar o grande pulo, um destes dias. Jogador dedicado, sabe que nao é nenhum CR7, mas isso não diminuiu a sua entrega e o seu empenho aos treinos e isso também é um bom traço de carácter. Como a aposta em falar menos nas aulas e melhorar as notas, provando que, querendo, o Gonçalinho pode tudo. 

O coração que se agita, e se traduz num romantismo que ele mantém na sua privacidade, sem alarido. Uma facilidade em rimar, de tanto ouvir hip hop, tuga e não só, mas com sentido de humor suficiente para conseguir rir de si próprio, quando ponho um beat instrumental a tocar e ele a rimar por cima, os dois a rirmos no carro, A5 fora.

Meu companheiro de bola, como sempre sonhei, esteve ao meu lado na monumental molha da final da taça, como está ao meu lado no nosso lugar de sempre, no Piso 0 da Luz, uma febra ou um cachorro ao intervalo, pai põe o carro no parque do hospital, que é o melhor.

Encantado com a pequenina irmã mais nova, é comovente vê-lo próximo de todos, um sorriso fácil, uma alegria muito dele, uma promessa de grande futuro, a cada dia.

Vê-lo crescer assim tem tanto de encantador, que não chega a entrar aquele medo de que alguma coisa corra mal. Cá estaremos, cá estarei sempre, ao lado do meu campeão, o meu filho rapaz, este bom malandro, tão doce. Tem o coração no sítio certo, os valores humanistas bem definidos, só tem de acreditar mais nele. Porque nem desconfia o quão maravilhoso é e pode ser. 

Parabéns, miúdo, és o maior. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 25.06.2017 às 16:12

Lembro-me bem do dia do nascimento do Gonçalo. Porque nesse dia ia a caminho da maternidade a ouvir (como sempre) as manhãs da Comercial e percebi que o Pedro ia ser pai no mesmo dia em que ia ser mãe do meu Martim. Parabéns para ambos - Martim e Gonçalo - e para nós, os pais deles

Comentar post