Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O tempo é outro, visto daqui.

por PR, em 17.06.16

Houve um tempo em que o máximo da Net eram os blogues. Agora ter um blogue é tão alternativo, que os autores se esquecem que os têm, por vezes.

Mas é como um lugar aconchegante ao qual se volta. E com a voragem desvairada do comentário fácil, da maldade e da estupidez despudorada que grassa pelo Facebook, subitamente nota-se que, por aqui, respira-se um ar mais leve, mais limpo. E há outro tempo para pesar as palavras, ficam todas com outro ar, parecem ter uma dignidade recuperada da transparência de uma qualquer idade da inocência. Que pode só existir agora, por sugestão, mas que, mesmo assim, parece certa e justa.

Aqui há mais Dias Úteis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Isa Sena a 17.06.2016 às 22:50

Que saudades de quanto este blog tinha mais dias úteis.
Imagem de perfil

De Us4all a 18.06.2016 às 09:11

Concordo em absoluto Caro Pedro. Por aqui quero acreditar que o civismo impera e que assim se mantera.

Convido.o a visitar o meu espaço
Us4all.blogs.pt e se gostar podera adicionar a página em http://facebook.com/us4all/
Imagem de perfil

De Dylan a 18.06.2016 às 23:57

Boa, quem fala assim não é gago!
Sem imagem de perfil

De Mary QA a 19.06.2016 às 08:31

Concordo tanto!
Sem imagem de perfil

De aalmeidah a 20.06.2016 às 17:13

Plenamente de acordo. Por mim já estou a fazer quarentenas de facebook, não vendo nem publicando nada durante longos dias. E que bem que faz. Para além disso, o que publico hoje, apago amanhã. Nada de Torre do Tombo.
Sem imagem de perfil

De Catia Rodrigues a 22.06.2016 às 22:44

Olá Pedro volta a escrever "palavras uteis" gosto tanto!!! E tenho tantas saudades... ❤️
Sem imagem de perfil

De Rita Pereira a 29.07.2016 às 16:09

Sem duvida... Acompanho os estes teus Dias Úteis desde o primeiro Layout, recordo que me emocionei muitas e muitas vezes com um ou texto outro que foste escrevendo. Sobretudo sobre os teus filhos e sobre a forma como expressas esse amor imenso, sobre as perdas, sobre a adolescência e os sítios que conheço tão bem da Figueirinha a Carcavelos, também da minha adolescência.
Recordo-me de os teus posts terem um rol mais vasto de comentários, hoje quase ninguém comenta um blog mesmo que o leia e goste daquilo que lê.
Tenho pena que um dia me tenhas feito uma limpeza dessas que fazemos aos supostos amigos do facebook e instagram e eu tenha sido apagada.
Não é por nada.. Não é que me interesse a tua vida pessoal... mas confesso Pedro, gosto tanto mais tanto de te ler.


Comentar post