Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Look.

por PR, em 28.12.17

Acabo de ver um daqueles filmes que vai ficar na minha memória muito tempo. Primeiro com muitas cenas nítidas, diálogos, expressões faciais...depois, com o tempo, irão ficar aquelas sementes que filmes raros nos vão deixando crescer dentro de nós, iluminando-nos o caminho, nas nossas próprias cenas, do nosso próprio filme, em cena todos os dias e noites que vivemos.

Este filme apela à necessidade de olharmos, para lá da distracção do dia-a-dia, dos nossos problemas e neuras, para lá da passagem do tempo que acontece connosco distraídos. Subitamente, passou mais uma semana, Um mês. Os miúdos estão enormes. O que foi que nos aconteceu. O que foi que se passou e estava a passar, enquanto estavam distraídos a viver coisas mais pequenas?

Este filme faz-nos,como dizia a Rita, agora no caminho do cinema, querer chegar a casa e abraçar os nosso filhos. Claro. E mais do que isso, faz-nos ligar um sensor de alarme interior, para quando nos esquecermos de olhar o outro e olhar o outro que somos nós. Porque o tempo está a passar. E há todo um encanto que não podemos desprezar nem deixar de valorizar: nos filhos, na família, nos amigos, na vida que nos calhou e que vamos fazendo acontecer.

Vejam o filme, é sobre todos nós. E é encantador, mesmo.

 

medium_6iRUgK6Gj_vgDWwIxVjYFNhMRJDCxPRQ6MNP_Oq2iTI

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2018 às 23:21

Pedro também adorei o filme! Ajudou me muito! Revi me tanto! Tanto! Temos de ser gentil com todos, todos estamos a passar uma fase dificil👌🏻💚💡

Comentar post