Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Opatovac é um nome estranho, de um lugar perdido nos mapas da Europa da Leste. Passa a ser uma memória que se cola a uma pessoa para sempre, nas palavras da minha mulher, Rita, que passou o dia a trabalhar com a Cruz Vermelha e todos os valentes da Missão Famílias como as nossas, comprando e entregando mantimentos aos refugiados.
Nas palavras dela, tão cruéis e tão dolorosas de ler, aqui tão longe:

“São milhares de pessoas que trazem a vida em sacos de plástico do lixo, e que carregam os filhos como podem. Frio, chuva, pessoas descalças, encharcadas, com fome e desesperadas para sair da Croácia e chegar à Hungria, em autocarros”

Nós, que vemos as notícias que os refugiados não têm como ver, sabemos o que espera este afluxo de desesperados, se conseguirem chegar à Hungria. Uma barreira de cinismo, da ignorância xenófoba e da mais nebulosa falta de humanidade, que vai fechar-lhes a porta de arame farpado na cara, e dar ordens ao exército para disparar.
Na Croácia, a Missão Famílias Como as Nossas, deixou mais de 2000 mil euros em roupas, sobretudo para mulheres e crianças. Uma parte da missão está conseguida. É uma gota no Oceano, dirão. É. Mas, meu Deus, é tanto, mesmo assim. Pode ser a diferença de viver um dia mais.
Por isso, aconteça o que acontecer, esta missão já valeu a pena, e quem se fez ao caminho merece a nossa admiração e o nosso respeito.

 

IMG_0828.JPG

IMG_0827.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.09.2015 às 18:22

Parabéns.
Sem imagem de perfil

De Elisa a 29.09.2015 às 18:22

Valente Rita.
O amor será sempre superior ao ódio.
Beijinho no coração à sua valentona :)

xxxx, E
Imagem de perfil

De K a 29.09.2015 às 19:04

Pedro, um GRANDE, ENORME, GIGANTE BEM-HAJA para a Rita e para todos os que, como ela, abdicaram do conforto da vida do dia-a-dia para, de alguma forma, fazer a diferença. Mesmo sendo uma gota no oceano. Fará (e terá feito) a diferença para todos os que, de forma directa, forem afortunados (no meio de tanta desgraça... não sei bem se o termo correcto será afortunados, confesso) beneficiaram do pouco (que já é tanto!) que a equipa fez.
Eu sou das que defende que, todos juntos, com pouco, fazemos o muito. E terá sido, com toda a certeza, muito mais do que uma simples gota.
Mais uma vez muito obrigada!
Quando estiveres com ela dá-lhe um beijinho especial.
Imagem de perfil

De sacha hart a 29.09.2015 às 21:47

Fazer a diferença, por muito pequena que possa parecer quando comparada a uma tragédia enorme, vale sempre a pena.
Sem imagem de perfil

De Isipido a 03.10.2015 às 02:38

O dia em estes amigos começaram a cumprir a sua missão foi o dia em que voltei a acreditar na bondade pura das pessoas.

No dia internacional da música estive quase para vos ligar e pedir a Imagine para lhes dedicar. Mas a condução não permitiu!

Imagine é o hino desta maravilhosa iniciativa. Devia ser o hino de todas as pessoas!
Sem imagem de perfil

De madalena a 05.10.2015 às 11:18

Todo o Ser Humano tem direito a procurar uma vida melhor e é isso que muitas pessoas não compreendem (ou não querem compreender). Nunca se sabe quando poderemos ser nós a estender a mão, e a acreditar que teremos a sorte de ter quem saia do seu conforto para nos ajudar a caminhar "For a Better Day". Marido orgulhoso... =) A Rita é uma valente, é verdade.

Num outro registo, também um pouco ao nível de "salva-vidas", adoro a "turma dos coisos"... Tão inesperado, mas faz muito sentido que estejam num nível que transcende qualquer catalogação existente. Palavras ainda não foram inventadas para descrever esta turma... =)

Um beijinho. "Vai tudo correr bem..."

Sem imagem de perfil

De Estudante a 09.10.2015 às 19:41

São estas boas acções que vão dando um bocadinho de luz aos dias mais escuros que o nosso Mundo vai conhecendo :)

Obrigada.

Comentar post