Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dos Sinais ali tão perto.

por PR, em 20.12.15

Foi um dia difícil e sofrido, por motivos vários. Mas ter ido, naquela noite, à Sala Estúdio do Teatro D. Maria II, acabou por ser um bálsamo. Com Filipe Melo ao piano, a voz de Fernando Alves, e as suas palavras, lidas como só ele poderia ler. As respirações, o intimismo da iluminação e da música, as pausas e os olhares por cima dos óculos. Os fugazes sorrisos, aqui e ali. Uma certa fragilidade de quem, ali no palco, está tão longe do conforto do estúdio. Os auscultadores nos ouvidos ajudaram a atenuar essa estranheza de território, creio.
Fernando Alves e os Sinais que ele dá na TSF todos os dias. 
A Rádio ali, de outra maneira. A mesma força das palavras, aquela forma poética de contar os dias para lá da sua espuma. Tive vontade de ir lá dar-lhe um abraço e agradecer.
O deslumbre, da minha parte, fazedor de rádio, mas desde sempre, ouvinte. 
Um privilégio inesquecível ter podido ver, e, às vezes, fechar os olhos e só ouvir. 

sinais680_136578051956719030ecfaa.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.12.2015 às 11:22

O Pedro nunca para de surpreender. Desejo (que seja ;)) um bom natal - o ano inteiro!... A escrever isto - e a ouvir a voz (igualmente) doce da Rita. A voz revela tanta coisa e passa tanta coisa. Cá estamos, deste lado, para mais um ano a receber esse sol que o Pedro tem na voz e que nos chega pela magia da Rádio. E agora toca "Hello"... A vida é mágica...

"Vai tudo correr bem."...

Beijinhos. Madalena
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.01.2016 às 16:55

Para mais tarde recordar:
http://feeds.tsf.pt/~r/Tsf-SinaisT/~5/53fekaDeLXg/sin_20151231.mp3
(tb lá estive e vivi a mesma magia...)

Comentar post