Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Deus nos valha?

por PR, em 18.08.16

omran1-lg.jpg

Como um rumor de corrente forte, ao fundo, que não vemos mas adivinhamos pelo som vago que não pára, sabemos que a Síria continua a ser mais e mais arrasada, todos os dias. E que, ali, como no Iraque e Afeganistão, o poder do louco Estado islâmico continua pouco menos que imparável. E que os meandros da política internacional continuam os mesmos, escorregadios e hipócritas, cheios de danos colaterais, como esta criança aqui, atingida pelo raid russo de ontem, em Aleppo.

O que terá pensado ela quando ouviu o estrondo que caiu do céu em chamas? O horror que lhe secou todas as lágrimas possíveis e lhe congelou a expressão, num terror que lhe desfez a infância para sempre em pequenos pedaços, como um vidro estilhaçado que nunca mais é possível colar?

Isto está a acontecer.

Ontem já tinha ficado nauseado com a impressionante reportagem de Henrique Cymerman sobre as mulheres e crianças violadas e os homens decapitados por esse braço armado do Mal, chamado Daesh, uma espécie de encarnação da maldade da Idade das Trevas dos pesadelos para a realidade do século XXI. E eu nunca vou esquecer os relatos que ouvi, na primeira pessoa, num campo de refugiados na Macedónia, com famílias de olhar igualmente perturbador de tão triste, desorientado e sem esperança.

Esta imagem é um daqueles despertares da nossa espuma dos dias. Isto está a acontecer. Meu Deus, isto está a acontecer. 

E Deus, a propósito? Um amigo, crente como eu, dizia-me ontem que "Deus não tem nada a ver com isto". 

Eu acho que, se não tem, devia. Que multiplicar pães e transformar água em vinho, já foi chão que deu uvas, agora a urgência é real, não dá para metáforas. A luta contra o mal nunca está ganha, como se vê. Então e o Bem? Que força terá, ao dia de hoje? 

Pobre criança. Dá vontade de pegar nela, limpá-la, curar-lhe as feridas, procurar a família que ainda terá, dar-lhe uma terra de paz para poder crescer, em segurança e com dignidade. Longe deste nojo, deste genocídio, desta loucura.  Uma criança como as nossas, que teve o azar de nascer ali, naquele inferno. Uma sociedade que não trava esta praga maligna, uma civilização que permite este horror, só pode ter ser vista assim, com o olhar desta criança: vazio de esperança, incrédulo, só cheio de tristeza. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


28 comentários

Sem imagem de perfil

De Cláudia Lima a 18.08.2016 às 10:31

Peço desculpa por só vir comentar quando há erros ortográficos, mas causa-me muita aflição ver assim de chofre, no título, um erro tão absurdo. Que palavra é essa, «valhe»?? Será que quis dizer «valha»? Mas nesse caso, «Deus nos valha» não faz sentido como interrogação, antes como exclamação, imprecação. Será «Deus nos vale?»? Não seria melhor «Vale-nos Deus?»?
Valha-me Deus, Pedro Ribeiro!! Eu sei que é apenas um pormenor insignificante comparado com aquilo que diz no seu texto. Eu sei que um erro ortográfico é menos do que um grão de areia num deserto comparado com o sofrimento de uma criança. Mas o Pedro é um homem da Comunicação (assim mesmo, com cê grande) e sabe, certamente melhor do que eu, que basta um pormenor insignificante para perturbar a leitura (ou a escuta) e matar toda a mensagem.
Desculpe-me mais uma vez ser picuinhas e chata, mas acredite que se não o admirasse tanto não me daria sequer ao trabalho de fazer o reparo.
Imagem de perfil

De PR a 18.08.2016 às 10:34

Tem razão, mas, ufa, desta vez foi mesmo lapso de teclado. Obrigado.
Sem imagem de perfil

De eu a 18.08.2016 às 12:23

realmente só uma pessoa picuinhas e chata, como refere, é que reparava num pormenor desses que, diga-se de passagem, não tem importância nenhuma e nem lembraria ao menino Jesus perante a imagem que precede o dito erro
picuinhas , chata e permita-me de coração gelado ou até mesmo sem ele.


Sem imagem de perfil

De Helder Lopes a 18.08.2016 às 14:51

(assim mesmo, com cê grande) Não seria melhor escrever "C" grande?
Sem imagem de perfil

De LUIS a 18.08.2016 às 21:35

Claudia Lima,

Hoje fui confrontado com o video em questao e .....chorei. Chorei muito. Chorei por aquele menino, tao pequenino, tao inocente, tao sozinho... Hoje tenho o coracao dilacerado. Sinto-me muito triste e muito impotente tambem. Nao ha direito... Sao imagens fortissimas, que teem forcosamente de nos fazer parar para pensar. Teem forcosamente que nos fazer discutir. Teem forcosamente que nos fazer rezar, com todas as nossas forcas, para que Deus nos valha mesmo. Apesar das imagens, quero crer que Deus havera de nos valer. Nao pode ser de outra forma. Tive um dia muito mau. Cheguei a casa vim aqui para gravar o video, pois apesar de sentir que jamais me esquecerei daquele menino e daquele olhar, quis grava-lo para o rever sempre e sempre todos os dias da minha vida e deparei-me com o seu comentario. Quase vomitei. Depois da tristeza que me acompanhou no dia de hoje, ortogo-me no direito de lhe dizer - oh Claudia meta a ortografia no rabo e desapareca.
Este teclado encontra-se em lingua persa, pelo que, nao tenho acentuacao. Temos pena.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.08.2016 às 09:27

Francamente... a linguagem e uma forma de comunicar, e ortografia à parte não percebeu a mensagem ?
Entre valhe e valha, o que é que gerou duvida de entendimento. E o ponto de interrogação não foi erro, E uma interrogação de quem duvida de onde esta deus nesta altura, OU SE ELE VALE ALGUMA COISA. Se fosse Saramago era Um génio, como o autor está mais preocupado com a mensagem e recria atravÉs da escrita, e plausivel que ultrapasse e recrie a mesma.
Claro que se houver um qualquer Acordo ortografico, que elimine quer os traços culturais de uma ou outra cultura, alguem obediente COMO PROVAVELMENTE É vai de imediato corrigir, porque mesmo perante uma situação destas, sÓ se pode concentrar na forma quem têm notória falta de Capacidade para entender o conteudo.ESTA MAL ESCRITO ? não faz mal. porque para bom entendedor, uma frase incorrecta Chega, e pelo menos sinto-me melhor , porque detesto, quem perde tempo com pintelhiçes, e ainda por cima , pintelhiçes dos outros !
Grato
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.08.2016 às 10:53

Foi a primeira coisa que vi logo de manhã foram estas imagens. Há muito tempo que não chorava tanto. Como é possível??? Só apetece ir lá buscar os miúdos todos. Aquela apatia mata. O meu dia hoje vai ser uma merda porque só penso que raio ando aqui a fazer na minha vidinha quando há miúdos a viver isto. Não sou mãe. E cada vez tenho menos vontade de ser, não suporto ver miúdos assim. Tento ajudar com o que posso. Tenho medo de pôr crianças no mundo e que de repente não lhes consiga dar aquilo que elas merecem. E se um dia estas coisas me vêm parar à porta? Não quero gerar um filho para isto. A europa continua parada sem fazer nada. França e Rússia continuam a bombardear a Síria e a causar também isto que vemos nas imagens. Será solução? Por que é que o Daesh continua a ter parceiros comerciais que, por acaso, são "nossos" parceiros também? Isto mete um nojo que nem lhe digo nada. Enquanto eu não vir alguém com tomates para fazer o que deve ser feito, nunca vou acreditar que possamos vencer o Daesh.
Imagem de perfil

De CFHM a 18.08.2016 às 12:05

Como é possivel ensinar a amar no meio do ódio? Saber amar no meio do terror e do sofrimento?
Hoje que sou mãe uma imagem destas é ainda mais aterradora aos meus olhos. O desespero. A revolta. O que pode pensar um ser indefeso destes perante esta realidade.
Se Deus nos vale, que nos valha agora. Que traga uma praga para acabar com quem só conhece o mal. Que suavise o caminho de quem já sofreu mais do que a sua conta.
Sem imagem de perfil

De Maria a 18.08.2016 às 12:58

Como pode o ser humano ser tao cruel? Não deveríamos cuidar das crianças? abraça-las ? acarinha-las ? como é possível??? As crianças não deveriam nunca sofrer!
Todos deveríamos reflectir e exigir de alguma forma (seja ela qual for) salvar estas vidas que tanto sofrem....
Sem imagem de perfil

De José a 18.08.2016 às 15:09

Aqui está espelhada a hipocrisia deste “mundo”, querem combater o Estado islâmico, mas depois, existe a venda de armas de forma ilegal...Tanta diplomacia, e no fim vamos de mal a pior...
Este mundo não está preparado para receber crianças...
Sei que choca, mas a imagem desta criança, deveria ser colocada no presépio deste Natal a substituir o menino Jesus, para despertar consciências.
Sem imagem de perfil

De Fr a 19.08.2016 às 05:36

Tens a Victoria Nulland, uma deputada americana que foi apanhada a dizer "fuck the EU" e quando questionada se valia apena matar 300mil crianças e mulheres no médio oriente com a invasão ela disse "sim"
Se meteres no youtube tens videos do ser belial.
Sem imagem de perfil

De José a 19.08.2016 às 14:54

Nunca o sangue derramado, vale ou justifica nenhuma causa, muito menos o sangue derramado de uma criança inocente e indefesa. Tudo aquilo que emanamos para o Universo, de bom ou mau, um dia mais tarde ou mais cedo virá ao nosso encontro...
O sangue derramado dos inocentes, um dia cairá sobre as nossas cabeças ou sobre a cabeça dos nossos descendentes, violência gera violência e o Universo não esquece.
Sem imagem de perfil

De Rui a 18.08.2016 às 15:30

Sou crente e acredito profundamente. Muitos se calhar porque nunca se interessaram em saber antes de dizer, ou de opinar antes de procurar culpam Deus por mil e uma coisas, mas Deus nunca disse que não haveria sofrimento, Jesus nunca disse (ex. ao contrário dos budistas) que o sofrimento é uma ilusão...O sofrimento é real, porque a vida não é uma pancadinha nas costas a vida põe-nos à prova, a vida é uma prova que muitas vezes atinge-nos "secamente" como um soco no estômago. Deus está em todos os momentos, ele espera-nos. Jesus (Filho de Deus) disse "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve.
Mateus 11:28-30"
Ele, filho de Deus, Ele que é o Caminho a Verdade e a Vida, fala-nos pelo Pai.
E o pai é Misericordioso.
Tolentino de Mendonça escreveu no seu livro um DEUS QUE DANÇA que "a arte de viver é a arte de confiar". Falta-nos confiança num Deus que é real que deposita em cada um de nós a semente do divino. Que espera de cada um de nós a mesma misericórdia que ele tem para connosco. como diz S. Inácio de Loyola "Fazei tudo como se tudo dependesse de ti, acreditando que tudo depende de DEUS". Ora como era bom que todos nós agíssemos da forma descrita por Inácio de Loyola, porque Deus está presente onde há ação e ainda mais quando essa ação é acompanhada por FÉ, ESPERANÇA e CONHECIMENTO.
A Sociedade está vazia, facilmente se desespera, é impaciente, é intolerante, é ignorante, é conflituosa.
O Daesh e tantos outros são a soma de todos esses males.
O pior é que quem sofre são os que estão nas periferias, os que sem terem culpa nenhuma são apanhados na tempestade da malvadez humana...essa malvadez que é ensinada, que é aprendida. Pedro Ribeiro o seu amigo disse e bem "Deus não tem nada a ver com isto". E não tem mesmo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.08.2016 às 23:09

Meu caro, sugiro-lhe informar-se melhor de budismo. Pode começar pelas 4 nobres verdades.
Sem imagem de perfil

De Rui a 19.08.2016 às 10:25

Não, não tenho que me informar sobre o Budismo até porque a minha tese de Mestrado em Ciências da Religião (Universidade Lusófona) foi feita com base nas semelhanças e nas diferenças entre Cristianismo e Budismo.
Sim os primeiro dos quatro nobres valores é 1: O Sofrimento existe; tem razão.
Mas a doutrina da Impermanência que é um dos assuntos mais destacados na doutrina budista, é que diz que tudo não passa de uma ilusão, pois tudo nasce e morre.
Diz (e julgo que você deve saber), que se o Individuo não se aprofundar na meditação sobre a impermanência, verá como verdadeiras as coisas ilusórias ( o apego à família, aos bens materiais... etc) e verá como ilusórias as coisas verdadeiras por ex: o esforço de progresso interno, que permite a pessoa sair do ciclo de dor da vida. Realmente parece um Paradoxo , o sofrimento existe , mas é uma ilusão. Foi com base neste aspecto que dei o exemplo, mas desde já deixo aqui as minhas desculpas se lhe causei algum desconforto. Cump. Rui Martins
Imagem de perfil

De doinconformismo a 18.08.2016 às 17:02

Amigo Pedro, Deus tem tudo a ver com isto mas a resposta de Deus em primeira instância somos nós. Nós que dizemos ser crentes, o que fazemos a cada dia? Em países como o nosso em que o dia a dia parece ser um chorrilho de discussões do género " a minha tradição religiosa é melhor do que a tua" estamos distraídos demais para podermos ser resposta para o que quer que seja.
Acredito que assim como Jesus respondeu aos seus discípulos em face de milhares de pessoas "dai-lhes vós de comer" a mesma frase continua a bater à porta das nossas vidas a cada dia. Nós, que conhecemos Deus, somos a casa de pão e de paz de que este mundo necessita. Que essa casa possa sempre ser encontrada por quem dela necessita.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.08.2016 às 17:11

18 de agosto de 2016
A imagem de um menino com 5 anos, Sírio, ferido, só, sem saber ainda muito bem o que lhe tinha acontecido após o violento bombardeamento. As notícias descrevem que a imagem corre por todo o mundo e que todo o mondo está em choque. Será que está?
Acho que todos os Pais estão em choque. Sim estarão.
Eu fiquei em choque e bebi lágrimas pois ao ver a imagem e o vídeo imediatamente refletiu-se no meu imaginário o rosto do meu filho, de cabelo em pé ao acordar, vestindo uma t-shirt e uns calções e de pé-descalço agora verão, mas a correr pela casa, com uma alegria e um sorriso enorme.
Imaginei também será que aquele menino ainda terá os seus Pais? Para onde irá ele após sair do hospital, uma vez que a sua casa ficou totalmente destruída!
Esta imagem de guerra, de terror, de genocídio, de horror, de homicídio, de tanta brutalidade e sei lá mais o quê, que foi captada é apenas uma “gota no oceano” dos acontecimentos que se tem passado com enumeras crianças pelo mundo fora nesta e outras guerras ao longo de vários anos, crianças que muitas vezes nunca saberão o que é brincar, o que é dormir e acordar descansadas, ir à escola, estarem em paz com familiares e amigos.
Esta imagem só reflete que o Homem é o pior dos animais no Planeta Terra, pois nem os animais mais selvagens se comportam assim.
Mas será que alguém com responsabilidade vai fazer alguma coisa? Será que alguém vai ser responsabilizado?
Eu acho que não, pois os fortes sempre passaram impunes.
As todas as crianças e a todos os Pais que amam os seus filhos um grande abraço!!!
Sem imagem de perfil

De Rui a 19.08.2016 às 10:43

Concordo com quase tudo menos com isto "Esta imagem só reflete que o Homem é o pior dos animais no Planeta Terra, pois nem os animais mais selvagens se comportam assim". Não, não é o pior animal do Planeta Terra, porque ao contrário dos outros (com respeito a tudo o que é natureza), nós temos a capacidade de escolher entre bem e mal.E se fazemos o mal, não é porque nascemos malvados . Fazemos o mal por egoísmo, inveja, impaciência, intolerância. Aprendemos a fazer o mal. Quando um miúdo/a que num programa recente de televisão diz que é uma desvantagem ser de cor Preta e que não gosta de ser de cor Preta, algo vai mal nesta sociedade...pois ensinaram-lhe ignorantemente que o Branco tem vantagem sobre o Preto. Aprende-se e apreende-se. É esta maneira de pensar que tem de mudar, pois nós tem,os essa capacidade, não agimos por instinto, temos a vantagem de reflectir antes de agir.
Por exemplo um Leão, mata porque precisa de sobreviver, mas também mata as crias de outro Leão adversário para que os seus genes (do adversário) não perdurem. Se pensar-mos que somos todos maus , que somos uma espécie de "cancro" planetário , então mais vale conscientemente cometer-mos o suicídio colectivo. Esta é a minha opinião.
Sem imagem de perfil

De Tiago a 18.08.2016 às 18:00

Ohh Pedro, desculpa lá mas o teu titulo causa-me arrepios imensos.
"Deus nos Valha"? ........... Nunca.

Eu tenho 30 anos e tive, há muito tempo, ainda educação de religião na escola, ensinada por uma freira que ainda me lembro do nome e acho a pessoa mais amorosa de sempre. Mas hoje com esta idade digo que deus não existe e se por acaso existe é um sadistico que adora ver os outros sofrer.

Não tenho nada com a fé das pessoas, cada um deve ser livre, mas a religião é outro assunto. Trata-se de uma instituição criada pelo homem e como seres humanos já vimos a nossa grande parte de guerras, vencidos e perdedores e homens, mulheres e crianças mortos. Como exemplo temos uma das mais mediáticas guerras que foram as cruzadas onde os homens de fé prometiam ilibar os soldados dos crimes que estes cometiam ao "purificar" os infiéis.

Por isso digo, segundo a bíblia, somos criados a imagem de Deus. Se sim então só precisamos de nós próprios para sermos felizes e em paz e não a religião.
Sem imagem de perfil

De Madalena a 18.08.2016 às 21:12

Sim, dói muito a impotência. E não vai parar de doer, porque a luta entre o bem e o mal faz parte da vida na Terra. Tentamos vencer a impotência....... Um dia em que precisava muito de ajuda, um momento de bastante desespero, pedi ajuda a Deus, pedi mesmo muito intensamente. Passado algum tempo liguei a Rádio e AQUELA voz TÃO especial falava do projeto novo (na altura) dos Gift e nesse momento passou a música "Foi Deus"... Essa voz, que recebeu esse dom, talvez não saiba de onde vem... mas não somos todos iguais AQUI, e o sofrimento e a crueldade não são culpa de Deus. Coragem, ele recebeu a energia do seu abraço e do seu amor. Parece pouco, mas faz muita coisa acontecer...

Beijinho.



Comentar post


Pág. 1/2