Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dar.

por PR, em 05.09.16

 

 

Hoje é Dia Mundial da Caridade. Em homenagem a Madre Teresa de Calcutá, agora Santa, as Nações Unidas criaram este dia, que lembra o trabalho e o mérito de todos aqueles que dedicam a sua vida a ajudar o próximo.

Nem, de propósito, ontem, na TVI, vi uma reportagem que mostra que a urgência é a de sempre. O primeiro perigo é deixar que estas imagens e esta urgência se banalize. 

Ao longo da vida, e muitos nos últimos anos, tenho conhecido gente que dedica parte do seu tempo ou todo o tempo que tem, para ajudar quem precisa. Num regresso aos mais básicos valores da vida em sociedade, daquilo que deve ser a humanidade como um todo, a solidariedade, o altruísmo e a coragem são, creio, o melhor exemplo que podemos deixar para todas as gerações que virão.

 FullSizeRender (2).jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Madalena a 05.09.2016 às 21:41

A única coisa que dá sentido a tudo isto é o AMOR. Quem melhor para representar este dia que Madre Teresa... As pessoas são, em geral, tanto mais valorizadas quanto mais fama, sucesso e dinheiro têm... no entanto, nesta lotaria da vida, por vezes as circunstâncias de vida são demasiado desfavoráveis à sobrevivência, quanto mais à "glória" de ser venerado. Madre Teresa abraçava aqueles a quem ninguém queria, aqueles que viviam na miséria de uma vida condenada desde o início. Até Cristiano Ronaldo experimentou fazer-se passar por um sem-abrigo e viu que não lhe davam muita importância...

"I been knocking on the door that holds the throne
I been looking for the map that leads me home
I been stumbling on good hearts turned to stone
The road of good intentions has gone dry as a bone
We take care of our own
We take care of our own
Wherever this flag’s flown
We take care of our own"
B.S.

Comentar post