Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Choque

por PR, em 21.04.16

Prince.jpg

 

Que choque, que tristeza.

Recebi a notícia pela minha irmã. Faz sentido. Prince foi, tantas vezes, mais uma ponte fundamental entre nós. Lembro-me de irmos os dois, em Dezembro de 98, ao Pavilhão Atlântico ver o homem dar um memorável concerto, e ali estarmos, deliciados com tudo. Aquele Purple Rain ficou para sempre!

Prince é um dos mais centrais artistas da minha vida. Sign O' The Times, Under the Cherry Moon, Lovesexy, Diamons & Pearls e o disco do Symbol são os mais marcantes para mim. Ainda hoje sei todas as músicas de cor. Há uma certa ironia profética triste com a circunstância de Prince desaparecer em Abril. Isso transforma Sometimes It Snows in April num epitáfio que faz justiça à genialidade do músico. 

Visionário, contra corrente tantas vezes, fiel a si próprio e em tudo o que foi acreditando ao longo da vida, foi um artista superior, um virtuoso músico, e deixa canções incríveis. Recordarei sempre o disco Lovesexy, de uma ponta a outra, tantas vezes, com letras escritas com umas coloridas canetas da minha irmã, para assim aprender melhor e saber cantar tudo. O vinil do Parade já com falhas, havia um salto no Do U lie? e outro no incrível "U need another Lover like U nedd a hole in your head". Lembro-me quando ouvirmos, em casa da Sílvia, no quarto do irmão, o Hugo, o "Sign of the Times" , numa bela aparelhagem que ele tinha. Que som! E de eu ficar ali a remoer na big disease with a little name

Prince é, para mim, daqueles raros artistas que recordarei sempre como estruturante, digamos. No sentido em que aquelas canções, aquele imaginário, aquela excentricidade toda tinha algo de encantador, como um feitiço...queria saber mais sobre onde estaria a fronteira entre o fogo de artificio e aquilo que seria essência. Prince foi artiista, em todas as dimensões possíveis da palavra. Ficam, como sempre, as músicas. Tantas, tantas. Tão fantásticas que o colocam num campeonato á parte. 

Tive a sorte de vê-lo em Alvalade e no Meo Arena. Comprei uma t-shirt oficial dele no meo Arena, que era lamentavelmente um  enorme L, mas que eu usava com gosto. Quem me dera saber que é feito dela, gostava de vesti-la hoje. Tinha o símbolo, aquele símbolo que ele criou e que estava na capa de um disco fabuloso que incluía um, apropriado, "Damn U (you're so fine)"

Obrigado, Mr. Prince, I wish u heaven,. 

 

prince symbol.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)